INTERAÇÃO

A Copa do Mundo e das questões trabalhistas

VOLTAR

Por Heli Gonçalves Moreira

sócio-diretor da HGM Consultores

Fevereiro/2014

 

Um calendário do futebol para fazer o planejamento estratégico da sua empresa

 

De quatro em quatro anos, empresas de diversos portes enfrentam um desafio tão importante quanto um pênalti bem batido ao final de uma partida: as questões trabalhistas e suas flexibilidades em ano de Copa do Mundo. Não obstante, esse ano é no próprio país do futebol, aquele mesmo em que “só começa a trabalhar depois do carnaval”, que ocorrerá o tão grandioso evento. Que, por boa ou má ventura, calha sempre em anos de eleições presidenciais.

 

São muitos acontecimentos importantes em 2014 que afetam as questões trabalhistas. As empresas não podem se cegar e devem estar preparadas para enfrentá-las de peito aberto e com estratégia.

 

Desses grandes eventos citados, todos com procedimentos já conhecidos e até padronizados pelas companhias, como a folga emendada no carnaval e a dispensa para votação nas eleições, será a Copa do Mundo que trará questões trabalhistas inéditas.

 

Das já conhecidas: o existente pleito dos empregados para que sejam dispensados, ou que o trabalho seja interrompido ou que a empresa ofereça condições para assistir aos jogos. Inclusive existe cobrança para que seja divulgada com bastante antecedência como será o esquema de trabalho durante este período.

 

Agora, sobre a exclusividade de 2014: haverá fatores como mobilidade urbana linhas da CPTM, por exemplo, exclusivas para o estádio e manifestações populares acontecendo como houve na Copa das Confederações, além da possibilidade de feriados em cidades que recebem as partidas, com decisão a cargo dos próprios municípios.

 

Pensando em todo esse contexto, o Plano de Contingências deve ser adaptado aos possíveis desvios citados, para ser acionado, caso seja necessário. Quem não o tem, deve providenciá-lo urgentemente. É preciso que seja adaptado à Copa do Mundo e que envolva os aspectos operacionais, logísticos, atendimento a clientes, segurança no trabalho, medicina, aspectos disciplinares etc.

 

Estratégia e prevenção. Somente assim que se poderá passar por esse momento com o mínimo de impacto possível. Prevenção com seu Plano de Contingências já preparado e adaptado para a Copa do Mundo. Estratégia, pois, além de ficar atento aos jogos do Brasil, deve-se pensar no emocional dos colaboradores: até onde o Brasil vai na competição?

 

Se for eliminado muito cedo, o que acontece? E se ganhar ou perder uma final? Uma das finais possíveis é Brasil contra Argentina! E pensando mais à frente: uma seleção nacional hexacampeã, como afetará nas eleições presidenciais? E nas manifestações? E no dia a dia da empresa?

 

Pensar com estratégia todo o universo do comportamento humano, movido por uma paixão nacional, e suas questões trabalhistas. Esse é o desafio do ano. Baixe aqui o calendário HGM com os jogos da Copa e organize sua empresa. E pode esperar por mais artigos como esse, com dicas e planos para passar por esse agitado ano de 2014 da melhor forma.


Compartilhe:  Bookmark and Share